Como Musicos Precisamos Confessar os Nossos Pecados.



1- Confessamos e suplicamos arrependimento por termos nos desviado do Senhor Deus e da essência de nosso chamado;
2- Confessamos e suplicamos arrependimento porque muitos de nós “ministramos” sem ter certeza da salvação, sem ter passado pelo Novo Nascimento;
3- Confessamos e suplicamos arrependimento porque misturamos nossas iniquidades ao ajuntamento solene, causando repulsa ao Senhor Deus;
4- Confessamos e suplicamos arrependimento por considerarmos a Casa de Deus um lugar comum e não uma Casa de Oração;
5- Confessamos e suplicamos arrependimento porque não vamos ao culto para adorar humildemente mas para “sermos vistos pelos homens”;
6- Confessamos e suplicamos arrependimento porque não usamos os dons que recebemos do Espírito Santo de Deus para servir a Igreja mas para nos exaltarmos acima de nossos irmãos;
7- Confessamos e suplicamos arrependimento porque ousamos tentar preencher a ausência do Espírito Santo nos cultos com nossas performances pseudo-piedosas;
8- Confessamos e suplicamos arrependimento porque nos últimos vinte ou trinta anos nossas músicas e ministérios não tem produzido temor e conhecimento de Deus, nem mais santidade em nós e em nossos irmãos, nem conversões genuínas, e muito menos promovido a glória devida ao Senhor nosso Deus;
9- Confessamos e suplicamos arrependimento porque se o meigo Filho de Deus entrasse hoje em nossas reuniões, Ele quebraria nossos instrumentos, derrubaria no chão nossos equipamentos de som e chutaria nossos holofotes e diria: “Tirem daqui essas coisas! A Casa de meu Pai não é lugar de show!”;Twittar essa frase
10- Confessamos e suplicamos arrependimento por que não honramos a Palavra de Deus em nossas canções mas temos ensinado todo tipo de coisa estranha, humanista, antropocêntrica, sensorial, sensual, que nada tem a ver com a sã Doutrina;
11- Confessamos e suplicamos arrependimento por gostarmos de ser tratados como “ídolos” por nossos pobres irmãos e de ver que eles se aproximam de nós tremendo para pegar autógrafos como se fossemos “celebridades”;
12- Confessamos e suplicamos arrependimento porque chegamos depois que o culto começa e saímos antes que acabe pois se nossos irmãos conseguirem falar conosco, saberão que somos vazios e tudo em nós é só aparência;
13- Confessamos e suplicamos arrependimento porque mercadejamos nossos dons, talentos e ministérios, trazendo desonra e escândalo ao Deus que dizemos servir;
14- Confessamos e suplicamos arrependimento porque somos semelhantes a Igreja de Laodicéia; pensamos ser ricos, abastados não precisando de coisa alguma, e nem imaginamos que somos infelizes, miseráveis, pobres, cegos e nus;
15- Confessamos e suplicamos arrependimento porque tiramos o púlpito de nossas igrejas, elevamos as plataformas, enchemos tudo com canhões de luz e criamos coxias e assim o ensino e pregação da Palavra de Deus ficou em 3º ou 5° plano;
16- Confessamos e suplicamos arrependimento porque embora cansados e empapuçados com nossas canções e ministérios não temos a coragem de parar, refletir e ver aonde tudo isso tem nos levado a nós e ao pobre povo que ainda ouve nosso badalar de sino;
17- Confessamos e suplicamos arrependimento porque temos roubado a glória que só ao Senhor Deus pertence e temos acumulado sobre nós mesmo terrível juízo;
18- Confessamos e suplicamos arrependimento porque deveríamos “pendurar nossas harpas nos salgueiros e chorar junto aos rios de Babilônia” até que a Igreja do Deus vivo fosse expurgada de toda a vaidade que promovemos no meio dela:
19- Confessamos e suplicamos arrependimento porque deveríamos parar com tudo o que estamos fazendo e talvez passar um ano ou mais cantando só os hinos tradicionais ao som do órgão até que sejamos convertidos e restaurados pelo Senhor Deus;

Que o Senhor tenha misericórdia de nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Seja moderado em suas palavras.

Os comentários aqui postados, logo respondrei.